Notícias

Professora do México cumpriu agenda no Brasil e participou de Jornada Acadêmica

USCS e Universidade de Colima desenvolvem projeto integrado de pesquisa sobre memória e migração

 Professora do México cumpriu agenda no Brasil e participou de Jornada Acadêmica 

São Caetano do Sul (SP) – Após três semanas no Brasil, a professora-visitante da Universidade de Colima (México), Dra. Ana Uribe, se despede da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul). A pesquisadora cumpriu agenda acadêmica que faz parte do convênio internacional, firmado entre as duas instituições em 2015, para o desenvolvimento de uma investigação sobre memória e migração.

Trata-se de parceira com os pesquisadores do Laboratório Hipermídias da USCS. “Nosso acordo permite uma ação de internacionalização de pesquisa entre países de interesses comuns. O convênio amplia as experiências de professores, alunos e pesquisadores nas investigações científicas”, afirma a coordenadora do PPGCOM e do Laboratório, Dra. Priscila Perazzo. “A presença da Dra. Uribe demonstra o quanto estamos alinhados com a proposta”, completa.

Segundo a estudiosa, o projeto de colaboração binacional sobre migração no México e no Brasil conta com cinco professores, sendo dois da USCS – Dr. Elias Goulart e a própria Perazzo –, dois da Universidade de Colima e um da UNAM (Universidade Nacional Autônoma do México). A intenção do grupo é tratar questões sociais complexas, como memória e migração, em perspectiva interdisciplinar, baseada em sistemas de informação e conhecimento.

A professora Uribe destaca que os estudos também devem orientar questões de comunicação, história oral e linguagem hipermídia. “A permanência no país foi importante para  dialogar sobre como vamos desenvolver o projeto. No próximo ano, queremos publicar um livro sobre processos de investigação com a ajuda das instituições”, adianta Uribe.

JORNADA ACADÊMICA – Durante a permanência no Brasil, a professora Uribe participou da Jornada Acadêmica, realizada pelo Programa de Pós-Graduação da USCS, em parceria com a UMESP (Universidade Metodista de São Paulo) e a UNIP (Universidade Paulista). Na oportunidade, palestrou a respeito do trabalho da imigração mexicana, além de realizar oficinas sobre metodologia de pesquisa.

O encerramento da Jornada ocorreu na última semana, quando a pesquisadora ministrou palestra a influência da telenovela na vida dos mexicanos. O Seminário Migración Internacional II discutiu como os imigrantes constroem a imagem do país sob a ótica das telenovelas.

Na avaliação da pesquisadora, o convênio possibilitou um intercâmbio acadêmico de professores, enriqueceu o conhecimento e fortaleceu as redes de trabalho de maneira interdisciplinar. “Foi uma experiência muito proveitosa. Compartilhamos métodos de trabalho com professores, pesquisadores e alunos sobre temas em comum, como técnicas de investigação social, comunicação e história”, conclui.

Sobre o Mestrado em Comunicação

O programa de Mestrado em Comunicação da USCS objetiva contribuir com a geração e difusão do conhecimento científico no campo da Comunicação e, com isso, dar consecução à missão da universidade junto à comunidade interna e externa. Pretende ainda contribuir na formação de pesquisadores e docentes com visão crítica e científica do campo da Comunicação face a uma sociedade em constante transformação. Informações sobre o programa: http://www.uscs.edu.br/posstricto/comunicacao/.