Notícias

Mestranda do PPGCOM-USCS vence desafio no 1º Inovathon SPTW

Com colaboração de Regiane Bianchini

Equipe da qual participou Elisa Maria Grec Huertas, aluna do mestrado em Inovação na Comunicação de Interesse Público, foi vencedora entre os 13 grupos participantes do hackathon, cujo foco era desenvolver soluções inéditas, voltadas a atender seis dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A aluna, que desenvolve sua pesquisa na USCS sobre igualdade de gênero no mestrado, com foco em desenvolvimento de uma estratégia lúdico-educativa para o enfrentamento da violência entre parceiros íntimos na juventude, participou do time da ODS “Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”. Ela e a equipe desenvolveram uma solução tecnológica, para mulheres periféricas que desejam empreender e ampliar suas redes de negócios. Além do troféu, os vencedores também ganharam um curso na instituição.

O evento promovido pela Faculdade Impacta, nos dias 23 e 24 de novembro, integrou a programação da São Paulo Tech Week, considerada a maior semana de Inovação e Tecnologia da América Latina e a segunda maior do mundo, em que mais de 600 atividades acontecem, simultaneamente, em diversos locais da capital paulista.

Segundo Elisa, após identificar o problema das mulheres, o grupo desenvolveu um meio para que essas mulheres, que já tentam empreender com negócios de diversas áreas, como: artesanato, tricô, limpeza, unha, cabelo, refeições e diversos outros tipos de produtos e serviços, possam ampliar sua rede e ter acesso às pessoas que desejam contratá-las. “A solução foi desenvolvida para atender especialmente mães, negras e periféricas, sem condições de obter uma fonte de renda, ou com renda inferior a maio salário mínimo, em torno de R$ 420,00/mês, que não têm acesso à educação, moram em regiões distantes, sem estrutura pública como creches para deixar seus filhos”, explica.

Pode-se definir uma hackathon como uma maratona de programação, na qual os participantes inscritos formam equipes durante a realização do evento, sem que se conheçam. O desafio é lançado e num período de 36 a 48 horas as equipes devem pensar em soluções, desenvolver programa, aplicativo, software ou outra solução para esse problema.