Notícias

Em visita à Alemanha, professora da USCS se reúne com autora do livro ‘As meninas do quarto 28’

Priscila Perazzo e a jornalista e escritora Hannelore Brenner discutem sobre o papel dos escritores e editores na preservação da memória de sobreviventes do holocausto

 

 

Em Berlim, na Alemanha, a professora Dra. Priscila Ferreira Perazzo, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), se reuniu com a jornalista e escritora alemã Hannelore Brenner, autora do livro “As meninas do quarto 28” – um relato de histórias de oito sobreviventes do holocausto que viveram em Terezín, atual República Tcheca, entre 1942 e 1944, na Segunda Guerra Mundial.
O encontro ocorreu no dia 5 de setembro de 2016, a partir de um convite da escritora, após a publicação do artigo “A trincheira da memória: As meninas do quarto 28 e O diário de Helga”, de autoria das professoras Priscila Perazzo e Barbara Heler (UNIP – Universidade Paulista), que desenvolvem em parceria pesquisa sobre comunicação e memória e, neste trabalho, analisam como escritores e editores constroem a memória de sobreviventes do holocausto. “Brenner leu o nosso artigo e nos contatou. Isso demonstra a importância da publicação científica, um trabalho que nos ajuda a divulgar as expertises desenvolvidas na universidade”, considera Priscila.
Na análise da obra alemã, traduzida para o português por Renate Müller, as pesquisadoras consideram como a escritora Hannelore Brenner construiu a memória de sobreviventes judias de campos de concentração nazistas. No caso específico de “As meninas do quarto 28”, as professoras avaliam que a obra sofreu intervenção de interlocutores, mediadores entre autor, obra e leitores.
Segundo a professora, Brenner apontou a importância das pesquisas brasileiras sobre o tema, já que editores, pesquisadores e jornalistas alemães focam questões judaicas do holocausto. “A jornalista comentou que não se vê pesquisadores com o mesmo interesse que o nosso: estudar como se constrói a memória da questão judaica do holocausto. Disse ainda que ninguém demonstrou interesse por esse ponto de vista do trabalho dela.”
O encontro rendeu bons frutos e já se vislumbram novas parcerias. “Bárbara e eu podemos ampliar a pesquisa considerando o trabalho dessa escritora. A ideia é que ela seja o sujeito da pesquisa, já que coleta depoimentos dessas mulheres judias sobreviventes por quase 20 anos, relaciona-se com elas e escreve sobre essa história, de tal modo que a escritora torna-se o sujeito da preservação dessa memória. Esse ponto de vista nos interessa ser estudado, explica Priscila.
A aliança deve ser consolidada em breve, já que as professoras foram convidadas pela autora do livro para integrar a equipe que atua em um projeto educacional de preservação da memória do holocausto, desenvolvido junto com tradutores e professores da Universidade Humbolt, de Berlim.

MEMÓRIAS DO ABC – Priscila Perazzo estuda questões da memória, comunicação, cultura e narrativas orais de histórias de vida. A professora lidera o grupo de Pesquisa Memórias do ABC, vinculado ao laboratório Hipermídias (HyperLab) da USCS, coordenado pela pesquisadora. Também é vice-coordenadora do GT Memória nas Mídias da Compós no período 2016-2017.
O trabalho “A trincheira da memória: As meninas do quarto 28 e O diário de Helga”  foi apresentado em 2015 no Congresso da Compós ( Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação) , no GT Memórias das Mídias. No primeiro semestre deste ano, o artigo foi publicado pela vista acadêmica Contracampo (periódico B1 da área de comunicação editado pela UFF).
Sobre o Mestrado em Comunicação da USCS
O programa de Mestrado em Comunicação da USCS objetiva contribuir com a geração e difusão do conhecimento científico no campo da Comunicação e, com isso, dar consecução à missão da universidade junto à comunidade interna e externa. Pretende ainda contribuir na formação de pesquisadores e docentes com visão crítica e científica do campo da Comunicação face a uma sociedade em constante transformação. Informações sobre o programa:   http://www.uscs.edu. br/posstricto/comunicacao/.

Divulgação: PPGCOM/USCS

 




Formado em Sistemas para Internet pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e atuo há 3 anos como Desenvolvedor Web e Designer de Interfaces. Atualmente trabalho na reformulação dos portais web da USCS.