Notícias

Dezembro Laranja é o mês de prevenção ao câncer de pele

O mês de dezembro é o mês que simboliza a luta contra o câncer pele

 

O Brasil é o campeão de casos desse tipo de câncer. Diante deste fato, a USCS apoia a causa, já que acredita na importância da prevenção à doença.

A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Estas células se dispõem formando camadas e, de acordo com a camada afetada, definimos os diferentes tipos de câncer.

A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento de tumores cutâneos, e a maioria dos casos está associada à exposição excessiva ao sol ou ao uso de câmaras de bronzeamento.

A campanha ‘Dezembro Laranja’ ocorreu pela primeira vez em 2014 por iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), portanto, em 2016 estamos no terceiro ano consecutivo da campanha.

O intuito é esclarecer as pessoas acerca do câncer de pele, que representa o tipo de câncer de maior incidência no Brasil, uma vez que aproximadamente 25% de todos os tipos de câncer registrados anualmente no país são classificados como melanomas (5% do total) ou como não melanomas (95% do total de casos de câncer de pele).

Apesar da predisposição genética ser um dos fatores de risco, a etiologia principal há tempos identificada é a exposição indevida ao sol, tanto por essa ser prolongada e frequente em um país tropical como pelo fato das pessoas ainda não possuírem o hábito de se proteger com protetores solares adequados (fator 15 ou 20 para o dia a dia e acima de 30 para exposições prolongadas – praia, piscina e prática de esportes em ambientes abertos, por exemplo).

Fazem parte da campanha da SBD o mascote “Super Protetor” e, no link www.controleosol.com.br/calculadora, as pessoas têm acesso a uma calculadora que registra o risco de contrair a doença a partir das informações que o próprio usuário insere no sistema.

A principal recomendação dos dermatologistas é para que a população observe suas pintas e analise frequentemente se suas características continuam as mesmas ou se apresentam alterações como mudança de cor, de forma ou de tamanho, ou ainda se as bordas começam a ficar irregulares ou se surgem sangramentos.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia




Formado em Sistemas para Internet pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul e atuo há 3 anos como Desenvolvedor Web e Designer de Interfaces. Atualmente trabalho na reformulação dos portais web da USCS.