Notícias

USCS inicia o Expedição Billings 2019

Nesta quinta-feira (13/6) a USCS, por meio do Projeto Índice de Poluentes Hídricos (IPH/USCS), dará início à quinta edição do Expedição Billings. Pretende-se, com o estudo, produzir a série história de 10 anos sobre as condições ambientais do Reservatório (O estudo teve início em 2015 e seu término está previsto para 2025). Para este ano, a novidade será o sequenciamento genético das bactérias.
A Expedição, que é anual, realizará coleta em uma quantidade menor de pontos, porém a efetividade será maior na identificação dessas bactérias, será o primeiro banco genético existente desse reservatório. As coletas iniciam na segunda quinzena de junho. As coletas devem durar mais ou menos 3 semanas.
A Coordenadora do Projeto IPH/USCS e da Expedição, Profª. Marta A. Marcondes explica a nova tecnologia: “Em 2019, iniciaremos, além de todos os parâmetros estudados, um estudo inédito de.sequênciamento genéticos da microbiota do reservatório. Esse novo estudo possibilitará produzir um banco de dados que auxiliará muito as ações de preservação da represa”.

O estudo terá início este mês, mas os resultados devem ficar prontos e serem divulgados no próximo ano. Isso será importante porque os dados permitirão novos estudos, comparações, ou ainda pra que se possa ver ainda as alterações ou mutações que ocorreram com esses microorganismos, a referência será esse banco de dados.

O responsável pelas coletas será o ecoesportista Dan Robson. Em 2018, a novidade foi a análise de superficie e fundo.

O estudo tem apoio da FAPESP, da empresa ProMinent e da USCS.