Notícias

Teatro: “Ensaio sobre o Esquecimento” – Últimas apresentações!

Processo teatral que investigou a construção das memórias particulares e coletivas num tempo de relações líquidas abre sessões e debates a partir do próximo sábado no Teatro da Universidade

A Cia Grite de Teatro apresenta, no Campus Barcelona, ‘ENSAIO: SOBRE O ESQUECIMENTO’, uma investigação artística acerca da construção das memórias em nosso tempo. Após cada apresentação, é realizado um debate com o público tendo a obra artística (ainda em construção) e as temáticas abordadas como mote. As sessões terminam neste fim de semana, (25/06), no sábado, às 20h, e no domingo, às 19h, no Teatro (Prédio C).

O processo de pesquisa teatral encabeçado por Kleber di Lázzare, Carlos Sanmartin, Guilherme Delazzari, João Victor D’Alves e Gabriel Ivanoff iniciou-se em outubro de 2016 e teve como princípio a busca por um olhar acerca da construção e o desaparecimento das memórias, tanto as particulares quanto as coletivas, na pós-modernidade. Estudos do neurocientista uruguaio Ivan Izquierdo e conceitos do sociólogo polonês Zygmunt Bauman pautaram essa imersão artística. Obras literárias de grandes nomes do surrealismo e do realismo fantástico como Jorge Luis Borges e Julio Cortázar também impulsionaram as pesquisas. Para o arremate desta busca por um organismo cênico que servisse de objeto para se debater as relações humanas neste tempo, dois outros autores e obras foram definitivos: ‘O Estrangeiro’, de Albert Camus, e ‘Ensaio Sobre a Cegueira’, de José Saramago.

A ação cênica revela um vilarejo onde os moradores vivem acompanhados de um fantasma que assume contornos de maldição, antes mesmo dos 30 anos eles desenvolverão alguma doença que afetará definitivamente as suas memórias. O cotidiano desta cidade é construído pela busca por uma cura ou fuga deste mal que parece inevitável e a construção de imagens, documentos e sons que possam servir como antídoto para trazer a memória de volta assim que ela desaparecer.

Uma grande teia de relações humanas, que se passa durante um único dia, revela segredos terríveis do passado e a possibilidade de grandes atos de violência ou de total passividade dos moradores do lugar.

As histórias são muitas. Dois irmãos, Helena e Pedro, vivem trancados num cartório de registros com a incumbência de registrar todos os fatos para a posteridade; duas senhoras, Lourdes e Lúcia, são irmãs já em idades avançadas que, tomadas pelo esquecimento, buscam relembrar um passado partilhado juntas; Jorge, um jovem que, diante dos primeiros sinais do inevitável, é tomado por uma enorme violência que afeta diretamente o olhar para a relação com os pais, Sônia e Antônio; uma enfermeira, Ivone, tenta incansavelmente cuidar de todos os doentes do vilarejo e, também, preservar a sua própria memória, desde as suas histórias particulares até o conhecimento inabalável sobre os remédios, as dosagens e os pacientes; um jovem transgênero, Beatriz, em processo de transformação física, e a luta para que as pessoas do lugar consigam esquecer uma imagem passada que já não corresponde com a que ele reconhece no espelho; um jovem artista, um estrangeiro, que, ao chegar neste lugar, trava uma luta insólita com um morador e acaba por matá-lo. Este crime, cometido ao amanhecer, muda a vida de todos, inclusive o olhar sobre acontecimentos passados que há muito tempo buscava-se esquecer.

‘Durante estes encontros com o público, procuraremos ampliar os olhares acerca das temáticas abordadas. Os debates que acontecerão após cada apresentação, permitirá ao público e aos artistas criadores construírem novos olhares sobre o trabalho, e, assim, ele vai se aprofundar e deve ganhar novos signos e compreensões’, revela Kleber di Lázzare, dramaturgo e diretor geral da montagem.

ELENCO: Carlos Sanmartin, Gabriel Ivanoff, Guilherme Delazzari, João Victor D’Alves e Kleber di Lázzare;

FICHA TÉCNICA:
Texto e Direção Geral: Kleber di Lázzare; Direção Musical e Trilha Sonora: Edu Berton; Pesquisa: Carlos Sanmartin, Gabriel Ivanoff, Guilherme Delazzari, João Victor D’Alves e Kleber di Lázzare; Assistência de Direção: Marcela Sampaio; Cenografia e adereços: Paula Venâncio (Escritório de Ideias); Figurinos: Atores/Criadores; Identidade Visual: Carlos Sanmartin; Fotos: Gabriel Ivanoff; Produção Executiva: Marina Rodrigues; Realização: Cia Grite de Teatro/USCS.

SERVIÇO:
‘ENSAIO: Sobre o Esquecimento’ – compartilhamento de processo teatral
Gênero: Drama Épico
Tempo de Duração: 90 minutos
Indicação Etária: 14 anos
De 10 a 25 de junho. Aos sábados, às 20h, e domingos, às 19h
Teatro da USCS – Av. Goiás, 3.400 – Bairro Barcelona, São Caetano do Sul
Ingressos: Inteira: R $20,00 e meia R $10,00
Informações: 4239-3306 e 4239-3259

ELENCO: Carlos Sanmartin, Gabriel Ivanoff, Guilherme Delazzari, João Victor D’Alves e Kleber di Lázzare;

FICHA TÉCNICA:
Texto e Direção Geral: Kleber di Lázzare; Direção Musical e Trilha Sonora: Edu Berton; Pesquisa: Carlos Sanmartin, Gabriel Ivanoff, Guilherme Delazzari, João Victor D’Alves e Kleber di Lázzare; Assistência de Direção: Marcela Sampaio; Cenografia e adereços: Paula Venâncio (Escritório de Ideias); Figurinos: Atores/Criadores; Identidade Visual: Carlos Sanmartin; Fotos: Gabriel Ivanoff; Produção Executiva: Marina Rodrigues; Realização: Cia Grite de Teatro/USCS.