Notícias

Professor da USCS realiza projeto de pesquisa em parceria com professoras da Finlândia

O projeto de inovação na área de aprendizagem móvel, ou m-learning, é desenvolvido pelo professor dos Programas de Mestrado Profissional em Educação e de Comunicação (PPGE e PPGCOM), da USCS, Dr. Elias E. Goulart, em parceria com as professoras finlandesas Dra. Päivi Aarreniemi-Jokipelto, da Universidade de Haaga-Helia, e Dra. Mirva Hyypiä, da Lappeenranta Universidade de Tecnologia.

O projeto prevê o estudo e a criação de aplicativos educacionais, financiados pela TEKES – Agência Finlandesa de Financiamento à Inovação. Os apps de línguas e matemática têm o objetivo de introduzir a educação móvel às salas de aulas e está em fase de testes. As professoras Päivi Aarreniemi-Jokipelto e Mirva Hyypia, finlandesas, vieram até o Brasil e, juntamente do professor Dr. Elias E. Goulart (USCS), realizaram os testes dos aplicativos com algumas universidades e escolas do Grande ABC entre os dias 23 e 27 de outubro.

“No Brasil, atualmente, a pedagogia é diferente da praticada na Finlândia. O ensino fundamental do nosso país não ensina a fazer exercícios de multiplicação contextualizados. No aplicativo tem uma história, uma situação de mercado, que o aluno, para resolver o problema, vai utilizar a matemática. São 4 aplicativos de inglês e 4 de matemática, com finalidades específicas. Os de línguas, por exemplo, um deles serve para treinar verbos irregulares e outro é útil para praticar pronúncias, falas. De matemática, tem de equações, frações. Uma pedagogia baseada em situações diferentes”, explica o professor.

Os governos da Finlândia e do Brasil têm se aproximado nos últimos anos e, no início de 2016, os professores Elias e Päivi atenderam a uma chamada conjunta das agências FINEP e TEKES para financiamento de projetos em conjuntos. O principal objetivo da chamada foi apoiar empresas brasileiras e finlandesas para desenvolver conjuntamente projetos para impulsionar o conteúdo inovador de seus produtos, visando o mercado mundial. A agência TEKES disponibilizou U$300 mil dólares para recursos do projeto.

Conheça os Programas de Pós-Graduação Stricto-Sensu da USCS, clicando aqui.