Notícias

Mestrandos da USCS realizam intercâmbio internacional no Chile

Cidade de Arica, no Chile, onde fica a Universidad de Tarapacá.

No dia 27 de setembro, os mestrandos da Universidade Municipal de São Caetano do Sul – USCS, Alexandre Marcondes Quaglio, do mestrado em educação (PPGE), e Carolina Gois Falandes, do mestrado em comunicação (PPGCOM), ambos mestrados profissionais stricto sensu da USCS, viajaram para a região de Arica, no Chile, onde desenvolveram parte de suas pesquisas de mestrado e realizaram um intercâmbio internacional na Universidad de Tarapacá – UTA, universidade pública chilena. O intercâmbio dos mestrandos foi possível graças à aprovação, no fim de 2017, do projeto “Colaboración Internacional para el desarrollo de la Televisión Digital Terrestre Educativa en Chile” (REDI170043), que recebeu apoio financeiro da Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica – CONICYT – órgão similar à CAPES brasileira. O estudo foi proposto conjuntamente pelos professores Vagner de Sousa Beserra, da Universidad de Tarapacá – UTA, e Alan César Belo Angeluci, da USCS. Os dois alunos são orientandos do professor Alan César Belo Angeluci, que atua como professor permanente no PPGE e PPGCOM. Eles viajaram com todos os custos de passagens, transporte e hospedagem pagos pela verba do projeto. Em junho de 2018, Angeluci já esteve na instituição e atuou como professor visitante ministrando workshops e desenvolvendo parte do projeto em andamento: “a internacionalização deve ser um processo natural da pesquisa; a formação de redes internacionais, como esta que formamos, traz resultados de longo prazo que qualificam nossos alunos e nossos programas”, destaca Angeluci.

O projeto aprovado está relacionado aos temas das dissertações dos alunos, que aproveitaram o intercâmbio para realizar coleta de dados para suas respectivas dissertações do mestrado. “As expectativas são as melhores possíveis. Aproveitei a viagem para fazer a primeira parte da pesquisa prática do meu mestrado, que será repetida no Brasil. Além de conhecer uma outra cultura, vou poder usar a experiência adquirida em Arica para comparar e identificar possíveis diferenças existentes entre os países, fato que enriquecerá muito meu trabalho”, destaca Alexandre.

Da mesma forma, Carolina, que desenvolve um estudo sobre produção audiovisual em 360º, ressalta a importância de as instituições de ensino apoiarem projetos como este, que ampliam o leque de conhecimentos dos estudantes e aproximam as culturas: “esta viagem a Arica, com certeza, será um diferencial na minha vida acadêmica. É gratificante poder participar de um projeto que aborda aspectos comunicacionais e educacionais no contemporâneo, auxiliando na parte do audiovisual e aplicação dos testes, e ainda produzir conteúdos para minha dissertação de mestrado, em um país cuja educação tem destaque na América Latina.”

Arica, localizada no extremo norte do Chile e conhecida como a “cidade da eterna primavera” por ter um clima sempre agradável. Alexandre e Carolina realizaram trabalhos de aplicação e pesquisa por duas semanas.