Notícias

Mestrado Profissional traz vantagens a candidatos e organizações

As especializações têm sido cada vez mais importantes para quem busca uma oportunidade no mercado de trabalho. Entre as opções, existe a pós-graduação Stricto Sensu, que deixou de ter apenas o enfoque acadêmico nas pesquisas, partindo para os Mestrados Profissionais.

O Mestrado Profissional tem a mesma validade que o Mestrado Acadêmico, a diferença está no resultado da pesquisa, voltada ao desenvolvimento de um produto que possa ser aplicado no mercado. Essa modalidade tem crescido consideravelmente. De acordo com a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), o número de Mestrados Profissionais no quadriênio de 2013-2017 cresceu 77%. Nas matrículas, em 2017, o aumento foi de 14,8%, contra 2,2% do Mestrado Acadêmico.*

Quem ganha com o crescimento dos Mestrados Profissionais também é o mercado, que tem a possibilidade de encontrar soluções para problemas reais, a partir das pesquisas dos colaboradores. Já as universidades ganham professores com maior expertise para as disciplinas práticas. “No Mestrado Profissional em Inovação na Comunicação de Interesse de Público da USCS (PPGCOM), as pesquisas são direcionadas para resolução de problemas de comunicação em órgãos públicos, instituições não governamentais e empresas, com foco no interesse público, seja ele organizacional ou social”, afirma o professor Dr. João Batista Cardoso, coordenador do PPGCOM da USCS.

Professores do PPGCOM-USCS

Além das pesquisas realizadas em sala de aula, o Mestrado Profissional com atividades laboratoriais, como o que é oferecido na USCS, tem o diferencial dos professores e alunos trocarem experiências e atuar de forma colaborativa no desenvolvimento das atividades. Recém-egressa do programa, Regiane Bianchini desenvolveu projeto sobre a comunicação de interesse público nas cidades inteligentes. “O programa de mestrado da USCS possibilita ao aluno interagir com profissionais que atuam em áreas multidisciplinares. Além disso, é a oportunidade de desenvolver projetos que possam ser aplicados em quaisquer segmentos da sociedade, pois a comunicação de interesse público está presente tanto no setor público, como no privado, na educação e nas relações sociais”.

Regiane Bianchini

Sobre o PPGCOM

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Municipal de São Caetano do Sul atuou por dez anos no formato acadêmico, tendo formado mais de 100 mestres em Comunicação. O novo formato, profissional, tem como tema a Inovação na Comunicação de Interesse Público e tem sede no campus Conceição da USCS (Rua Conceição, 321 – Santo Antônio – SCS). Informações, clique aqui.

*Fonte: Folha de S. Paulo