Notícias

IPH/USCS participa de expedição pelo rio Iguaçu – PR

Entre os dias 8 e 19/10, a USCS, por meio do Projeto IPH, coordenado pela profª. Marta Marcondes, participa de uma expedição pelo Rio Iguaçu. A iniciativa é da Fundação SOS Mata Atlântica (projeto Observando os Rios). Na expedição, foram coletadas amostras de 19 pontos do rio, desde a nascente até sua foz.

A intenção é analisar a qualidade da água, entender qual a atual situação do rio e, com isso, evitar que o mesmo seja classificado como grau 4 (águas que podem ser destinadas somente à navegação e harmonia paisagística, mas não ao abastecimento, irrigação, recreação ou demais atividades de consumo humano). Atualmente, o rio está classificado como grau 2.

Até o dia 17, a expedição já havia percorrido 650 km do rio, totalizando 14 pontos de coleta. O ponto 1 de coleta foi na grande Curitiba, onde ocorre a formação do rio Iguaçú pela junção dos rios Iraí e Atuba. Os outros pontos foram: Araucária, Balsa Nova , Porto Amazonas, Minguinho, Meia Lua, São Mateus do Sul, Fluviópolis, Irineópolis, União da Vitória, Faxinal do Céu, Foz do Jordão e Rio Bonito.

Em campo foram feitas análises de PH, oxigênio dissolvido, temperatura, turbidez, fosfato e nitrato. Também foram feitas análises de percepção ambiental.

Além da importância do estudo, a professora Marta Marcondes destaca o contato com as comunidades locais: “A riqueza da Expedição está no fato de que em todos os locais já visitados houve interação com as comunidades, principalmente em União da Vitória, onde a equipe foi recebida com muito carinho”.

Fazem parte dessa EXPEDIÇÃO pelo Projeto IPH/USCS a Prof. Marta Marcondes, a bióloga Paula S.C. Larizzatti e o Prof. Carlos Larizzatti.

E pela Fundação SOS Mata Atlântica, Malu Ribeiro, Marcelo Naufal, Tiago Félix e Romilda Roncatti.