Notícias

Calouros de Medicina têm aula magna com diretor-presidente da ANVISA

Fotos: Bruna Moura

Na tarde de 7/02, o Dr. William Dib, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), ministrou aula magna aos calouros do curso de Medicina do Campus São Paulo (Bela Vista). Na ocasião, foram abordados temas como a importância da humanização no atendimento médico e as perspectivas futuras sobre os caminhos da saúde pública brasileira.

O evento aconteceu no auditório B do campus, com transmissão simultânea para mais dois auditórios, e contou com a presença dos gestores do curso no campus São Paulo, Doutores Fernando Teles de Arruda e Ricardo Eugênio Mariani Burdelis; do Pró-Reitor de Graduação da USCS, Prof. Dr. Leandro Campi Prearo; da Secretária Municipal de Saúde de São Caetano do Sul, Dra. Regina Maura Zetone; demais autoridades e alguns pais de calouros.

William Dib é médico, cardiologista, especialista em Saúde Pública e Administração Hospitalar. Para ele, cada vez mais os profissionais precisam estar envolvidos com o aspecto ético-social.

“O compromisso do médico deve ser com o paciente, pois ele é o motivo da gente existir, e não a doença, o tratamento, a terapia. O ser humano é quem está em jogo e por isso a classe médica é indispensável”, destaca Dib.

“Estes alunos vão ter que entender e usar cada vez mais a inteligência artificial. A telemedicina (consulta pela internet) já foi autorizada, mas o profissional não pode esquecer da humanização em momento algum”, conclui.

Para o gestor do curso, Dr. Fernando Arruda, médicos sofrem pressão por todos os lados, então é ao longo da graduação que o bom senso deve ser desenvolvido, assim como o pensamento coletivo.

“Que vocês (calouros) possam pensar por que vocês estão aqui. Que tipo de profissionais vocês querem ser? Em dez anos, o uso de células-tronco, terapia gênica e outros tipos de estudos serão completamente modificados…Vocês vão acompanhar isso, mas nunca deixem de pensar no coletivo”, declara o gestor à plateia atenta.

Arruda também comentou sobre a nova infraestrutura do campus, com a ampliação de espaços variados e uma nova entrada, com acesso pela Rua Rui Barbosa.

Yasmin Alexandra Martins, caloura de Medicina, destacou a importância do acolhimento dado pelos alunos veteranos a todos os novos alunos:

“O acolhimento foi incrível. A gente mal tem dúvidas, porque eles tranquilizam muito a gente emocionalmente, ainda mais nessa questão do método PBL, da metodologia ativa, pois a gente achava que só aprenderia mesmo se fosse com o método tradicional”, explica Yasmin.

“Além do respeito de todos os veteranos com a gente desde o primeiro dia, foi muito bom escolher a USCS principalmente por essa parte da medicina humanizada, voltada àquele atendimento mais antigo, de colocar a mão no paciente, sentir o que está acontecendo…Não é só uma dor de cabeça, é uma pessoa por trás daquilo. E ter contato com o paciente desde o primeiro ano é muito importante pro nosso crescimento profissional; aprender a se portar com o paciente e não só com a doença de forma individualizada”, finaliza.

Para a mãe de Yasmin, Taiz A. Martins Bento, médica veterinária, “o fruto nunca cai longe da árvore”, pois desde criança a filha acompanhava a mãe no trabalho, e lembra que sempre falou pra filha que, ser um bom médico, é ter humildade desde o começo, respeitar, ter humanidade com o próximo e atender na excelência e não apenas pedindo e analisando exames.

Yasmin ao lado da mãe, Taiz, e do namorado, Victor.

Até o momento, Yasmin pensa em se especializar em saúde da mulher.