Notícias

Inscrições abertas para bolsas de estudo no exterior e no Brasil – até 20 de julho

Com a colaboração de Aleksandar Jovanovic

Estão abertas, até dia 20 de julho, as inscrições para seleção de estudantes de Graduação com interesse em participar do processo seletivo de bolsas de estudos, oferecidas pelo Santander Universidades, no âmbito do Programa de Bolsas Ibero-Americanas.

Estudantes da USCS interessados nas bolsas devem marcar entrevista pessoal (pelo telefone 4239-3325)  e também encaminhar e-mail até o dia 20 de julho de 2019 ao Prof. Dr. Aleksandar Jovanovic (jovanov@uscs.edu.br), responsável pelo setor de  Relações Internacionais da USCS, com as seguintes informações: nome completo, matrícula, curso, semestre, endereço completo, RG e CPF. Os resultados serão divulgados pelo Santander no começo de agosto.

Além disso, os candidatos à bolsa devem, obrigatoriamente, preencher o formulário disponível através do Aplicativo Santander Universitário ou no endereço eletrônico www.santanderuniversidades.com.br/bolsas que deve ser divulgado pela universidade desde o início do lançamento do PROGRAMA, cuja data está estipulada no cronograma constante no convênio.

O Santander se compromete a assumir os custos relativos à concessão do total de 01 (uma) bolsa-auxílio para os estudantes de graduação ou pós-graduação indicados pela universidade, conforme estabelecido nos “Princípios Gerais”, sendo que, para cada bolsa-auxílio o Santander pagará, em reais, a quantia de R$12.630,90 (doze mil, seiscentos e trinta reais e noventa centavos), correspondente a €3.000,00 (três mil euros), mediante conversão efetuada com base na cotação do valor de venda do Euro publicada pelo Banco Central do Brasil, R$4,2103, relativa à data de lançamento do programa (26/10/2018), não havendo alteração em função de eventual variação cambial .

Trata-se de uma bolsa no Programa de Bolsas Ibero-Americanas para estudantes de graduação – 2019, que  proporciona experiências culturais, interpessoais e acadêmicas em países da América do Sul, Central, além de Espanha e Portugal e duas  bolsas no Programa Graduação para estudantes – 2019, que apoia iniciativas voltadas à educação superior e destaca-se pelo apoio de projetos universitários e por seus programas de bolsas, fomentando além do intercâmbio cultural e empreendedorismo, o apoio financeiro.

Para tentar uma oportunidade, o estudante precisa:

  • Estar regularmente matriculado em curso de graduação da universidade;
  • Ter integralizado todas as disciplinas previstas para o primeiro ano ou para o 1º e 2º semestres letivos de seus respectivos cursos;
  • Ter no máximo uma reprovação por período letivo (ano ou semestre) – conta pontos negativos;
  • Ter o melhor coeficiente curricular, conforme os critérios de cada instituição – conta pontos positivos;
  • Ser capaz de se comunicar bem na língua do país de destino;
  • Obter Plano de Estudo avaliado pela sua universidade de origem e com carga horária compatível com a que deveria desenvolver semestralmente em sua unidade. A convalidação dos créditos obtidos na universidade hospedeira seguirá as normas vigentes da universidade de origem.

 

Requisitos básicos e obrigações

São requisitos básicos para participar do programa de bolsas as seguintes condições: 

  • O(s) candidato(s) selecionado(s) deverá(ão) ser pessoa(s) física(s) habilitada(s) à prática de todos os atos da vida civil, nos termos do artigo quinto do Código Civil (Lei nº 10.406/2002), sendo ainda residente e domiciliado em território nacional e maior de 18 (dezoito) anos;
  • Todos os participantes serão selecionados pela(s) universidade(s) conveniada(s) ao Santander e deverão, em todo caso, cumprir(em) os critérios da elegibilidade, condições e procedimentos estabelecidos pela mencionada universidade no correspondente processo de seleção, sem qualquer interferência do Santander;
  • Se estudante, o participante deverá estar regularmente matriculado junto à universidade conveniada ao Santander, durante todo o processo de seleção e, obrigatoriamente, também durante todo o período de participação e realização do programa, apresentando excelente e comprovado desempenho acadêmico, baixa condição econômica e social e conta corrente ativa mantida no Santander. Será considerada conta corrente ativa no Santander aquela em que o cliente realizou ou autorizou transações como saque, depósito, pagamento de contas, TED nos últimos 89 (oitenta e nove) dias e/ou tenha investimentos (poupança, CDB e Fundos de Investimentos) ou empréstimos (Crédito Pessoal/CDC) vinculados na conta;
  • Se professor, o participante deverá estar em efetivo exercício de suas atividades junto à universidade conveniada ao Santander, durante todo o processo de seleção e, obrigatoriamente, também durante todo o período de participação e realização do programa, manter conta corrente ativa mantida no Santander. Será considerada conta corrente ativa no Santander aquela em que o cliente realizou ou autorizou transações como saque, depósito, pagamento de contas, TED nos últimos 89 (oitenta e nove) dias e/ou tenha investimentos (poupança, CDB e Fundos de Investimentos) ou empréstimos (Crédito Pessoal/CDC) vinculados na conta;
  • O(s) participante(s) do programa deverá(ão) assinar obrigatoriamente o competente “Termo de Adesão” e concordância às disposições constantes no presente documento “Princípios Gerais dos Programas de Bolsas do Santander Universidades”, conforme estabelecido neste documento, declarando que preenche(m) todos os requisitos específicos estabelecidos.

Compete, ainda, aos participantes:

  1. Professores e estudantes participantes do Programa concordam em tomar parte em atividades acadêmicas e culturais que lhes forem dadas a conhecer na Espanha e sua presença será regida por controle de participação e presença obrigatórias;
  2. Assumir todos os gastos não cobertos pelo Santander, universidade de origem ou hospedeira;
  3. Os estudantes poderão beneficiar-se de programas de auxílio financeiro e outros órgãos de fomente, simultaneamente à sua participação neste Programa;
  4. A bolsa concedida prevê a permanência obrigatória do estudante contemplado por até 25 dias e será de sua responsabilidade resolver essa ausência com a empresa em que porventura trabalhe.